Configurações de importação de arquivo

. XLIFF 1.2 e 2.0 - Formato de arquivo de intercâmbio de localização XML (TMS)

O conteúdo de toda a Central de Ajuda é traduzido automaticamente de inglês pelo Phrase Language AI.

O conteúdo da marca do arquivo de origem pode ser visualizado no Editor clicando em Expandir Marcas no menu Ferramenta e editado clicando em F2.

Dica

Se o conteúdo XLIFF contiver marcação HTML, selecione Drupal/Wordpress XLIFF como o tipo de arquivo ao criar o modelo de trabalho ou projeto.

Tipos de arquivo

  • .XLF

  • .XLIFF

  • 2.0 Apenas

    Arquivos com o cabeçalho do arquivo <xliff version="2.0">

Opções de importação

  • Analisar mensagens ICU

    As mensagens da UTI são convertidas automaticamente em tags. Arquivos com mensagens de UTI não podem conter elementos embutidos.

  • Importar <nota>

    Os dados do elemento <nota> serão exibidos na janela Contexto .

    Apenas uma <nota> em uma <unidade> é suportada (de acordo com os padrões XLIFF 2.0).

  • Gravar segmentos confirmados na memória de tradução durante a importação

    Os segmentos importados como Confirmados são salvos na memória de tradução do projeto no modo de gravação.

  • Segmentar XLIFF

    A segmentação padrão é aplicada. Se não for selecionado, um elemento será um segmento. Isso pode resultar em várias sentenças por segmento. Se selecionado, mas um elemento permanece um segmento, o atributo canResegment="no" pode estar presente no arquivo. Para enviar a segmentação por push, altere esse atributo para "yes". Se não houver nenhum atributo canResegment="no", a unidade será segmentada.

    Se o segmento de destino estiver vazio, o texto no elemento de origem será segmentado. Esse comportamento não pode ser alterado habilitando/desabilitando a opção Segmento XLIFF ou ajustando regras de segmentação.

    Se uma unidade importada tiver elementos de segmento no arquivo original, ela não será segmentada mais; é considerado como já segmentado. Esse comportamento não pode ser alterado habilitando a opção Segmento XLIFF. A segmentação só pode ocorrer se a unidade tiver um único elemento de segmento e nenhum elemento ignorável.

  • Interpretar códigos de quebra de linha/quebra de página

    As tags de quebra de linha e quebra de página XLIFF criam novos segmentos. Essa opção será aplicada somente se o Segmento XLIFF também estiver habilitado.

  • Manter os espaços em branco

  • Copiar origem para destino vazio se o segmento não for importado

  • 2.0 Representar somente texto com o atributo "translate=no" como tags não traduzíveis

  • 1.2 Apenas nota de contexto

    O contexto deve estar em unidade trans em elementos context-group ou contexto com atributos context-type.

  • 2.0 Somente chave de contexto

    O contexto deve estar no elemento unitário ou nos descendentes da unidade. O nó base (nó de contexto) para a avaliação XPath é o elemento de unidade. O XPath padrão é: @id.

  • Converter em entidades de caracteres

    Lista separada por vírgulas de referências de caracteres necessárias no arquivo de saída.

    Exemplo:

    &#160;,&#x3A3;).

  • Converter em códigos do Phrase TMS 

Regras do segmento de importação

A adição de regras altera as configurações de importação padrão. As regras podem ser combinadas ou adicionadas e podem ser aplicadas usando o formulário disponível ou manualmente. Há suporte para estados XLIFF personalizados. Separar argumentos por vírgula cria a relação lógica AND , enquanto uma nova linha cria a relação lógica OR .

XPath também pode ser usado em regras, mas será avaliado em relação a cada elemento trans-unidade (ou seja, não o documento).

Exemplos:

  • Importe apenas segmentos em que o elemento <trans-unit> tenha um atributo resname do qual o valor é ou contém informações: .[ contém(@resname,'info')].

  • Importe apenas segmentos em que o elemento <trans-unit> não tenha esse elemento filho segment-metadata em que o atributo tm_match seja ou contenha 100,00: .[ não(contém(segment-metadata/@tm_match,'100.00'))]

    Para excluir correspondências de 100,00 e 101,00% de sua importação, use ou da seguinte forma: .[ não(contém(segment-metadata/@tm_match,'100.00') ou contém(segment-metadata/@tm_match,'101.00'))].

O XPath também pode ser usado em regras, por exemplo, importação de segmentos [ contém(@resname, 'info; Pois é')].

Por padrão, todas as transunidades XLIFF são importadas. Se a segmentação for realizada, <fonte> é segmentada e <seg-source> não é. O status de todos os segmentos após a importação não é confirmado nem bloqueado.

Configurações de importação personalizadas

  • Não importar segmento quando

  • Confirmar segmento quando

  • Bloquear segmento quando

Mapeamento de atributos de exportação

A adição de regras altera as configurações de importação padrão. As regras podem ser combinadas ou adicionadas e podem ser aplicadas usando o formulário disponível ou manualmente. Há suporte para estados XLIFF personalizados.

Por padrão, todas as transunidades XLIFF no arquivo de destino exportado terão aparência idêntica à origem, exceto que o destino será traduzido. Para alterar os estados XLIFF, os status do segmento podem ser mapeados para estados XLIFF.

Exemplo:

Novo em Traduzido no arquivo XLIFF de destino exportado.

Configurações de exportação personalizadas

Atributos de destino específicos podem ser mapeados com base nos seguintes status de segmento:

  • Confirmado e bloqueado

  • Confirmado e não bloqueado

  • Não confirmado e bloqueado

  • Não confirmado e não bloqueado

Comprimento máximo do alvo

Quando uma unidade é dividida em mais segmentos, todos os segmentos terão a mesma propriedade de comprimento máximo. Isso será igual ao máximo para a unidade.

Nesse caso, o seguinte aviso é retornado após a importação:

Uma unidade é dividida em mais segmentos, o limite máximo de comprimento será verificado para cada segmento separadamente.

1.2

O atributo maxwidth pode ser usado para especificar o comprimento máximo de destino para tradução nestas condições:

  • Maxwidth deve estar em um elemento trans-unit (não em um grupo).

  • O tamanho deve ser especificado em size-unit="char" ou size-unit="percent".

  • Há apenas um segmento no elemento trans-unidade.

    Um aviso será exibido se houver mais segmentos no elemento trans-unidade.

2.0

O recurso de comprimento máximo de destino é suportado somente se:

  • O elemento file contém slr:profiles com generalProfile="xliff:codepoints"

  • Unidade no arquivo contém o atributo sizeRestriction .

O valor máximo é então definido como a propriedade de comprimento máximo do segmento.

Configurações específicas do aplicativo

Drupal/Wordpress . XLIFF

Definido no modelo de projeto usado com o plugin Drupal .

O filtro Wordpress usa o subfiltro HTML, para que .HTML configurações de importação possam ser aplicadas. Se for necessária mais personalização do que a disponível nas configurações de importação de HTML, deverá ser usado.

Em caso de dúvida, o Drupal/WordPress XLIFF pode ser uma boa escolha para qualquer outro. XLIFF também onde as cadeias de caracteres traduzíveis estão em CDATA e contêm marcas HTML.

Esse artigo foi útil?

Sorry about that! In what way was it not helpful?

The article didn’t address my problem.
I couldn’t understand the article.
The feature doesn’t do what I need.
Other reason.

Note that feedback is provided anonymously so we aren't able to reply to questions.
If you'd like to ask a question, submit a request to our Support team.
Thank you for your feedback.